BLOG IEEP

Os melhores artigos em
Gestão Ágil e Liderança

4 de agosto de 2020

Scrum X Kanban: as principais diferenças entre as duas metodologias

Você certamente já ouviu falar sobre Scrum e Kanban, não é? Afinal, são duas metodologias que incorporam os princípios do Agile, assim como do Lean, além de possuírem um artefato bastante similar, o Quadro Scrum ou Quadro Kanban. Por conta disso, existe muita confusão entre eles.

Porém, apesar de semelhantes e de compartilhar origens, existem algumas diferenças cruciais entre os conceitos. Então, este post vai ajudar você a entender as principais diferenças entre Scrum x Kanban, para que possa escolher melhor o que faz mais sentido para seu negócio.

Se quiser se aprofundar mais em Scrum antes de entender a diferenciação entre as metodologias, clique aqui e confira nosso artigo completo sobre o Scrum.

As principais diferenças entre Scrum e Kanban

Scrum x Kanban e as regras principais

Uma das principais diferenças é que o Scrum é um framework que vai te ensinar um passo a passo de como você pode gerenciar o seu projeto ou sua rotina. Ele possui papéis, artefatos, rituais muito bem definidos que vão te guiar na sua execução.

Por exemplo, no Scrum, existem muitos papéis que precisam ser cumpridos. Existe o Product Owner, o Scrum Master. Também existem conceitos mais específicos, como o Scrum Backlog e a famosa Daily Scrum.

No Kanban, não existe nada disso. Não existe uma definição de papéis. O Kanban é um conjunto de valores e princípios para também te guiar na execução, mas não sendo nada prescritivo. Ele não vai te dar um passo a passo do que você precisa fazer no seu dia a dia, trazendo mais flexibilidade.

Scrum x Kanban e o fluxo de produção

Outra grande diferença das metodologias é em relação ao fluxo de produção. O Scrum, por exemplo, aplica obrigatoriamente as interações conhecidas como Sprints, de modo que o fluxo seja sempre semelhante e você tem entregas de valor em intervalos periódicos. Basicamente, é um processo de planejamento, desenvolvimento, acompanhamento e análise dos resultados a cada sprint.

Como o Kanban é mais flexível, não restringe que você aplique as sprints (apesar de muitas pessoas usarem kanban e o conceito de sprint). A ideia é algo mais livre, focado em um fluxo contínuo.

O Kanban foi inspirado em um conceito do Sistema Toyota de Produção que é a produção puxada. Quando acabou uma entrega, já pega outra, tendo um fluxo contínuo. É normal que as entregas no Kanban aconteçam a todo o momento. Já no Scrum, elas normalmente ocorrem ao final de cada sprint e são validados pelo PO.

Além disso, o Scrum é um pouco mais rígido em relação às mudanças. O mais recomendado é que o planejamento das Sprints se mantenha, até a próxima interação.

Como o Kanban não tem esta preocupação, mudanças podem ocorrer a qualquer momento, desde que façam sentido.

Scrum x Kanban: quando são mais recomendados?

A partir destas diferenças, é possível entender um pouco melhor quando cada um deles pode ser recomendado.

O Kanban, por exemplo, tem uma vantagem de ser mais flexível, o que significa que ele é teoricamente simples de ser implementado, pois ele respeita o modelo atual predominante e estimula melhorias continuas.

Já o Scrum, demanda um esforço maior para a sua implementação e utilização, de acordo com os princípios da metodologia, embora possa ser implementado em partes mais relevantes para a situação da equipe/organização, pois vai trazer mudanças, sobretudo, de papéis na equipe.

Cabe a organização entender qual dos modelos é mais importante de ser aplicado inicialmente e isso vai de acordo com o contexto inserido. Para equipes mais maduras, o Kanban pode ser um grande aliado, pois a equipe provavelmente já tem um nível alto de entrega e pode se desenvolver pelos princípios e valores da metodologia.

Já organizações bem imaturas ou novas, o Scrum talvez seja mais aplicável, pois vai fornecer um passo a passo que vai trazer clareza para as pessoas de como você pode aplicar um método ágil.

A verdade é que os modelos podem se complementar de uma forma bem eficiente. Ambos se apoiam na flexibilidade, o que significa que o ideal é conhecê-los, e aproveitar os elementos de cada um que mais fazem sentido para sua empresa.

Hoje é cada vez mais comum as pessoas usarem os dois, em um modelo chamado “Scrumban”.

O que você acha? Quer conhecer mais sobre Scrum e aplicá-los na sua organização? Então, confira o nosso material completo sobre o assunto e aprenda mais!

Banner Ebook Scrum

Veja Mais Artigos
Open chat
1
Oi, tudo bem? 😄
Aqui é o Augusto, do IEEP
Tem alguma dúvida? Ficarei feliz em te ajudar!