BLOG IEEP

Os melhores artigos em
Gestão Ágil e Liderança

6 de agosto de 2020

Como priorizar o meu backlog? Um guia simples e prático

A dúvida de como priorizar o backlog é uma das questões mais comuns para os profissionais que trabalham com projetos ágeis. Paradoxalmente, esta tarefa é simples e complexa. Afinal, parte da natureza humana é querer fazer tudo ao mesmo tempo e é muito difícil diferenciar o que é mais importante.

Se você ainda está começando com as práticas ágeis e não conhece o que é “backlog”, não se assuste!

Ele nada mais é do que uma lista. Ou seja, é tudo que você acredita ser importante fazer durante um projeto. O problema, é que isso nem sempre é tão simples de organizar.

Se quiser um embasamento melhor sobre o que é um Backlog, você pode acessar o nosso texto específico sobre este assunto clicando aqui.

Então, vamos ver como priorizar o backlog de forma simples e eficiente.

Organizando o backlog

O primeiro passo para priorizar o backlog é criá-lo. Ou seja, você precisa ter uma visualização de tudo que precisa ser feito, para saber como distribuir atividades da melhor forma. Então, faça uma grande lista com todos os itens centralizados, agregando todas as demandas que acredita ser importantes para o projeto.

Nesse momento, não é a hora de destrinchar todas as entregas. Esse detalhamento será feito mais a frente quando seu time estiver planejando a sprint. Por exemplo, no Product Backlog (o backlog geral do projeto), você poderia colocar uma entrega como “fazer a home page do site”. Quando a equipe for executar esta entrega em uma sprint, vocês deverão detalhar entregas menores para evitar impedimentos no projeto. Seguindo o exemplo acima, quando a entrega “fazer a home page do site” fosse colocada no Sprint Backlog, poderia ser destrinchada em “entregar artes da home page”, “programar estrutura da home page” e “redigir os textos da home page”.

Uma vez que você cria a lista, você precisa fazer uma pergunta para priorizar o backlog: “quais são as atividades que mais agregam valor?”

Neste momento, você pode pensar no conceito de MVP, ou mínimum viable product. Ou seja, o mínimo para ter um produto em funcionamento. Se este item agrega valor neste momento, ele pode ser feito, se não, pode ser deixado para depois.

Vamos dar um exemplo prático para deixar isso mais claro. Digamos que você está fazendo um app e tem duas tarefas, construir o menu principal e melhorar seu design. A primeira tarefa, evidentemente, é uma alta prioridade. Afinal, está diretamente relacionada à usabilidade do app. Por outro lado, a segunda entrega, por mais que seja muito importante para a experiência do usuário, não agrega valor para o MVP pois o menu já está lá. Por isso, o ideal é deixá-la para depois e construir as outras telas, por exemplo.

Uma boa analogia para ajudar no entendimento da entrega de valor constante também pode ser apresentada na imagem abaixo:

Entrega de Valor Constante Metodologia Agil vs Metodologia Tradicional

Na segunda linha, observamos que o usuário está apto a se mover em todas as entregas, embora o valor vá aumentando ao longo do projeto. Já na primeira, apenas quando o usuário recebe a entrega final que ele realmente pode usufruir do valor do projeto.

Entendendo as entregas que são de maior valor, o próximo passo é organizar o backlog para que ele fique visual e entendível para qualquer pessoa da equipe.

Não há um grande mistério nesta etapa. Você pode, por exemplo, listar as entregas em um Quadro Scrum, Trello, Excel ou qualquer outra ferramenta e ordená-las de acordo com a prioridade: quanto mais no topo da lista, mais prioritário.

Não se esqueça de alinhar a todo momento com o Produc Owner (o papel responsável pela “visão do cliente” dentro do projeto) qual é a percepção de valor do cliente e o que mais geraria valor para ele. Afinal, pessoas diferentes tem percepções diferentes.

Um ponto importante a ser mencionado é que a priorização do Backlog acontece a todo momento, não somente no início do projeto. Essa é uma das características que torna o Scrum tão adaptável.

Gostando do artigo? Então confira o nosso blog! Lá você encontra outros posts como esse para ajudar você com a gestão da sua equipe!

Como priorizar as entregas da sprint?

Os passos descritos acima são a listagem e organização das tarefas de forma macro. Agora temos que botar a mão na massa e entregar o que foi planejado no projeto.

Para isso, usaremos o Product Backlog (construído nos últimos passos) como referência. No início de uma sprint, o squad se junta e alinha quais entregas irão “puxar” durante este período.

Lembra quando falamos do detalhamento das entregas? Este é o momento!

Quando uma entrega prioritária do Product Backlog for incorporada para o ciclo de execução, é importante que o time divida a entrega em entregas menores e com responsáveis claros. Assim, evitamos interdependências imprevistas e garantimos um fluxo de execução mais produtivo.

Aqui entra um outro ponto muito importante: não há tempo para se fazer tudo!

Por mais que tenhamos o ímpeto de puxar várias entregas e acreditar ser possível realizar todas dentro da sprint, é importante que tenhamos bem claro a nossa capacidade produtiva e a dimensão da demanda a ser executada.

Para auxiliar neste dimensionamento de tempo, existem diversas metodologias que trazem mais clareza sobre o tempo disponível e o tempo demandado pela atividade, como por exemplo o Time Boxing.


Nós do IEEP acreditamos muito que o Scrum é uma metodologia de gestão de projetos muito adaptável às necessidades da organização, equipe e projeto. Portanto, aprender metodologias de priorização além das recomendadas pelo Scrum pode ser muito benéfico para as especificidades do desafio que você irá encontrar.

Seguindo estas simples dicas e modelos, você saberá como priorizar o backlog. Não deixe de aprofundar nos conhecimentos de Scrum conferindo o nosso material completo para adquirir uma visão mais geral e conseguir gerenciar seus projetos melhor.

Banner Ebook Scrum

Veja Mais Artigos
Abrir chat
1
Oi, tudo bem? 😄
Aqui é a Fernanda, do IEEP
Tem alguma dúvida? Ficarei feliz em te ajudar!