BLOG IEEP

Os melhores artigos em
Gestão Ágil e Liderança

2 de abril de 2020

Metas a curto prazo: A melhor maneira de definir objetivos em meio à incerteza

Bom, nossa sociedade passa por um momento caótico e delicado, em que pessoas, comunidades e organizações precisarão se reinventar agora e nos próximos meses.

As empresas, mesmo que em isolamento social, querem continuar entregando seus produtos e serviços de forma a fazer diferença na vida de seus clientes, como vinham fazendo.

Mas tudo mudou… Muito provavelmente, a estratégia traçada para 2020 e os resultados esperados: foram por ralo abaixo. Seus clientes mudaram a forma de consumir e agora o progresso que eles esperam é outro. Como continuar entregando valor?

Será que vale a pena insistirmos em uma estratégia, metas e objetivos que foram construídos em um cenário totalmente diferente?

Acreditamos que não. Neste texto iremos falar sobre como você pode reformular sua estratégia e utilizar metas a curto prazo para lidar com a crise iminente.

Metas a curto prazo

Por que definir metas a curto prazo?

Mesmo antes da pandemia mundial já vivíamos em cenários instáveis e mercados voláteis. Por esta razão, longos planejamentos estratégicos de 3, 5 anos foram aos poucos substituídos por metodologias de ciclos mais curtos como as OKRs.

Entendemos e aceitamos que não há como prever o futuro e diminuímos nossos ciclos de validação e execução.

PS: Se você ainda não conhece o conceito de OKR recomendo que você leia nosso Guia Definitivo sobre OKRs (como sei que seu tempo é valioso: pode ler a partir apenas o tópico “O que é OKR, então?”).

As metas de curto prazo são aquelas baseadas em ciclos periódicos mais curtos, as OKRs por exemplo, são baseadas em ciclos de 2 ou 3 meses no curto prazo e de no máximo 1 ano no longo prazo.

Um objetivo que está muito distante e turvo, pode se tornar um fator de desmotivação para a equipe, que não entende exatamente como atingi-lo. Quando o “destrinchamos” e trazemos pequenas metas para o presente, o objetivo final fica mais tangível e a equipe se sente mais segura sobre o que deve fazer para alcançá-lo.

Como criar metas a curto prazo em meio à incerteza?

Entendi, vale a pena criarmos metas para o curto prazo então. Mas e quando nem mesmo o presente tem um grau de certeza seguro?

“Faça o que você pode, com o que você tem, onde você estiver.” – Theodore Roosevelt

Sendo assim, o que podemos fazer, como bem dito pelo Roosevelt, é analisar o que está ao nosso alcance, quais pessoas podem ajudar, quais recursos temos e qual o contexto estamos inseridos. Dito isso, podemos montar uma nova estratégia.

Para criar novas metas utilizando as OKRs no curtíssimo prazo, elencamos 4 principais passos:

  1. Nova Estratégia Alvo;
  2. Construção de Novos Objetivos (geral);
  3. Construção das KRs (geral);
  4. Construção OKRs dos times.

1) Nova Estratégia Alvo

É preciso repensar e criar formas de atingir o objetivo e a missão guiadora da empresa.

Qual é a missão guiadora e o propósito claro pelo qual a sua empresa trabalha? Se pegarmos como exemplo aqui no IEEP, nossa missão é “Transformar empresas em mais ágeis e humanas”. A partir daí, para definirmos uma nova estratégia alvo, precisamos pensar em como continuar cumprindo essa visão, mesmo com uma crise alterando toda sua forma de trabalho.

Se antes utilizavámos de eventos, meetups e workshops presenciais, este momento foi de se reinventar e buscar novas alternativas de conexão com o público.

Com uma nova estratégia em mente e uma aposta para continuar cumprindo sua missão, o segundo passo é saber onde você quer chegar e em quanto tempo.

Onde e em quanto tempo cumprirei minha nova estratégia alvo?

Neste momento é muito importante entender para onde essa estratégia vai te levar e em qual período espera atingi-la. Se tratando de um período sem precedente, recomendamos pensar em ciclo de apenas um mês.

Dado a estratégia que você se arriscará a seguir, onde espera estar em um mês?

2) Construção de Novos Objetivos (Geral)

Defina no máximo 3 objetivos norteadores para sua empresa atingir no período de um mês, utilizando o conceito das OKRs.

Utilizando o próprio IEEP, como exemplo de alguns objetivos.:

  1. Incríveis, até totalmente online
  2. Manter a sustentabilidade financeira

Ou seja, dentro de um mês estes são nossos principais focos de atuação. Tudo estará voltado para isso.

E assim, partimos para o terceiro passo:

3) Construção das KRs (Geral)

As Key Results existem para mensurar e monitorar o atingimento dos nossos objetivos, são elas que nos dizem, periodicamente, se estamos evoluindo ou não.

Por exemplo, as KRs para o primeiro mês da crise:

Objetivo: Incríveis, até totalmente online:

KR 1: NPS 80% para treinamentos e consultorias no novo modelo;

KR 2: Satisfação com as novas ferramentas online em 80%;

KR 3: Testar  MVP do novo modelo com, pelo menos, 5 clientes.

 

Objetivo: Manter a sustentabilidade financeira

KR 1: Realizar XX em faturamento;

KR 2: Atingir XX de resultado financeiro (receita – custos – investimentos).

Não importa se o que foi estabelecido para as metas tenha sido totalmente diferente disso, lembre-se:

“O que te trouxe até aqui não te levará adiante” – Marshall Goldsmith

4) Construção OKRs dos times

Os passos anteriores, como a metodologia indica, devem ser realizados pela alta liderança da organização.

Neste último passo, descemos a estratégia para os times executores, dando autonomia para criarem suas próprias OKRs, que estarão altamente ligadas aos objetivos direcionadores que a liderança criou.

Os seus colaboradores devem refletir e tangibilizar como irão cumprir esses resultados e qual o papel de cada time em cada resultado esperado.

As OKRs do time servem como direcionamento de esforços e aumentam o alinhamento entre todos envolvidos.

Por exemplo, considerando o time de marketing:

Objetivo: Explodir de visitantes

KR 1: Dobrar o número de acessos na página Incompany;

KR 2: Captar 2000 leads orgânicos;

KR 3: Diminuir o custo de aquisição por lead em 20%.

Podemos perceber, que na situação do IEEP o time marketing considera que aumentar o acesso na página do IEEP Incompany pode levar à atingirmos nossa metas gerais. Assim com considera outras apostas e estratégias, explicitadas pelas demais KRs.

Todos os times envolvidos nessa nova estratégia devem se reunir e criar os seus objetivos e KRs e validar com as lideranças.

Claro que não há uma ‘receita de bolo’ e pode ser que um mês seja pouco para sua empresa e times, mas não tem problema, repense o seu curto prazo e defina o que mais faça sentido para você.

Depois de definir seu mapa estratégico e as novas OKRs, é hora de executar e obter feedback dos seus esforços.

Passo Extra: Vá à luta!

As metodologias ágeis contam com o pensamento do PDCA, planejar, executar, checar e agir. Agora que você planejou a sua estratégia, o momento é de colocar o time para executar, dispensar projetos que não comunicam com as novas OKRs e mensurar os novos resultados.

Crie reuniões de check (o C do PDCA) semanais e vá ajustando sua rota, com o que está dando certo ou não. Certamente atingir os resultados é o mais difícil de todo o processo, mas OKRs claras, concisas e de curtíssimo prazo, farão com que a jornada seja mais leve.

Boa sorte!


Ingrid Coutinho

Ingrid, ou Ingri(diz) pros mais íntimos, faz parte da equipe de Produto do IEEP apaixonada por disseminar a inovação e intraempreendedorismo nas organizações, vem atuando na área de gestão estratégica e consultoria, com amplo contato com ecossistemas de inovação, sendo, ainda, CEO da Estonteco, startup que, em Março/2019 foi até a Malásia disputar um prêmio internacional. Adora filosofar sobre a vida e é teimosa e sonhadora na mesma medida (imagina?).

Veja Mais Artigos
Open chat
1
Oi, tudo bem? 😄
Aqui é o Augusto, do IEEP
Tem alguma dúvida? Ficarei feliz em te ajudar!