BLOG IEEP

Os melhores artigos em
Gestão Ágil e Liderança

10 de junho de 2021

Mundo BANI: o que é e como pode impactar sua rotina

Não é de hoje que batemos na tecla de que o mundo está em constante evolução. Isto não vale apenas para a tecnologia que usamos, mas sim para os conceitos que aplicamos em nosso dia a dia, na forma como trabalhamos, desenvolvemos nossas habilidades e como fazemos nossas entregas.

O fato é que estamos diante de uma mudança de paradigma que se chama Mundo BANI. Já ouviu falar sobre dele? Se a sua resposta foi negativa, acompanhe este post, pois vamos trazer todos os detalhes que você precisa saber a respeito deste assunto.

O que é o conceito BANI?

O conceito de Mundo BANI foi criado no ano de 2018 pelo autor, futurista norte-americano e antropólogo Jamais Cascio, após observar que o Mundo VUCA tinha ficado obsoleto e não se aplicava mais à realidade de um mundo tão acelerado quanto o nosso, principalmente após a pandemia da Covid-19.

O termo BANI significa Brittle, Anxious, Nonlinear, and Incomprehensible. Em português podemos chamar de FANI: Frágil, Ansioso, Não linear e Incompreensível. Tais adjetivos definem muito bem a realidade que vivemos, observe:

  • Brittle (Frágil)

No conceito BANI, o entendimento é de que o mundo em que estamos vivendo é frágil e parte do princípio de que o que temos certeza hoje pode virar uma incerteza amanhã. Ou seja, é preciso considerar que uma situação favorável e positiva pode simplesmente tomar um outro rumo.

Assim, o mundo BANI pede para que a gente esteja sempre preparado para enfrentar o imprevisível. A ter, sempre, uma carta na manga, uma saída para situações urgentes e extremas.

  • Anxious (Ansiedade)

A incerteza gera ansiedade. O senso de urgência tem pautado muito as nossas decisões e isso acaba virando gatilho para desencadear sentimentos de tristeza e angústia. As pessoas estão trabalhando com uma margem de erro maior, porém, fazem uso de atitudes mais rápidas para aproveitar oportunidades.

Diante de tantas tragédias e notícias ruins, as pessoas têm se fechado em uma bolha para se manterem afastadas de tudo aquilo que causa algum sofrimento. É uma tentativa de criar a falsa ilusão de que cada um de nós tem controle sobre as coisas.

  • Nonlinear (Não linearidade)

Planejamentos a longo prazo podem não fazer mais sentido no Mundo BANI. Isto acontece porque várias ações estão em curso simultaneamente e, em um mundo não linear, nós não temos controle daquilo que está por vir.

Ao mesmo tempo é difícil ver as conexões entre diferentes coisas ou perceber que outros projetos e processos acontecem paralelamente ao nosso redor. É por isso que o Mundo BANI nos coloca em uma constante mudança, mostrando que, rapidamente, teremos que adaptar a forma como trabalhamos para fazer parte desta nova realidade.

  • Incomprehensible (Incompreensível)

Não é de hoje que buscamos respostas para tudo, afinal, o que mais temos acesso hoje em dia são informações. Só que, por outro lado, montar uma estratégia baseada apenas em dados pode não ser sinônimo de sucesso, uma vez que mudamos de ideia o tempo todo.

Diante de uma realidade com tantas mudanças e acontecimentos, é fácil perder a conexão com a realidade e ter dificuldade em compreender o mundo em que estamos vivendo. O avanço tecnológico também fez a sua contribuição em diversas áreas e a sensação que temos hoje é que já não é mais possível entender a forma como as coisas funcionam.

Mundo VUCA x Mundo BANI: qual a relação entre os conceitos?

O termo Mundo VUCA não é novidade no mundo dos negócios. Contudo, precisamos explicar qual era o seu propósito para traçar um paralelo com o Mundo BANI.

Quando o conceito de Mundo VUCA foi criado lá na década de 1990, o mundo se encontrava em um cenário pós-guerra fria. Ele surge, então, do acrônimo formado pelas palavras em inglês: Volatility, Uncertainty, Complexity e Ambiguity. Em português, estudiosos o chamavam de VICA: Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade.

Este conceito se resumia, basicamente, em um mundo onde múltiplas forças complexas podiam agir para transformar a sociedade de diferentes maneiras.

O Mundo VUCA ajudava as organizações a compreenderem que viver em uma realidade pautada em um pensamento linear, quadrado, perfeccionista e altamente detalhado não fazia mais sentido.

Olhando para a nossa realidade atual, é possível concordar com o que afirmam alguns estudiosos: o Mundo BANI é considerado a evolução natural do Mundo VUCA, pois reflete a realidade das sociedades após o início da pandemia.

“Um paralelo intencional com VUCA, BANI é uma estrutura para articular as situações cada vez mais comuns nas quais a simples volatilidade ou complexidade são lentes insuficientes para entender o que está acontecendo”, defende Jamais Cascio, criador da terminologia em seu artigo oficial sobre o tema.

Ele ainda acrescenta que “situações em que as condições não são simplesmente instáveis, são caóticas; nos quais os resultados não são simplesmente difíceis de prever, e sim completamente imprevisíveis. Ou, para usar a linguagem particular desses frameworks, situações em que o que acontece não é simplesmente ambíguo, é incompreensível”, afirma.

Mundo BANI: vantagens e fraquezas

Ter ciência de que o Mundo VUCA passou para Mundo BANI nos permite reagir de forma diferente ao que acontece. Para Cascio, a estrutura BANI oferece uma lente para que a gente possa ver, e estruturar, o que está acontecendo no mundo. O acrônimo, por si só, sugere respostas úteis para o mundo.

Por exemplo, no contexto de fragilidade, cabe a nós desenvolver a resiliência e a colaboração, inclusive com os nossos concorrentes. É preciso, ainda, trabalhar a diversidade em várias vertentes, como equipe, produtos, serviços e modelos de negócios, e adotar estruturas mais distribuídas.

Sobre a ansiedade, cada um de nós precisa desenvolver meios para lidar com ela e podemos começar trabalhando a empatia, incluindo a autoempatia, o mindfulness, a atenção plena, a segurança psicológica dentro das empresas, a escuta e até a vulnerabilidade. É uma oportunidade para abrir caminhos para a cocriação, pensando em cenários mais positivos.

Para lidar com a falta de compreensão, é preciso desenvolver algumas habilidades para conseguir navegar em tanta inconstância. São elas: transparência, ética, intuição, experimentação e aprender a aprender.

Já a não linearidade desperta a necessidade de termos mais flexibilidade. Para isto é necessário estar disposto a enxergar outros caminhos para realizar nossas tarefas além do que já estava planejado.

Como a pandemia acelerou para o Mundo BANI

O conceito de Mundo BANI foi criado em 2018, antes da Covid-19 existir. No entanto, a pandemia provocou uma transformação digital que fez esse acrônimo ter mais sentido, afinal, todos esses elementos estão relacionados e entrelaçados.

A primeira vista, o Mundo BANI pode até parecer mais assustador e sombrio se comparado ao Mundo VUCA. Mas por outro lado, pode ser uma oportunidade para que as pessoas busquem agir com mais sentido, valorizando suas habilidades pessoais para melhor compreender essa realidade pós-pandemia.

E você, está preparado para viver neste novo cenário?

Veja Mais Artigos