BLOG

Os melhores artigos em Gestão Ágil e Liderança

12 de dezembro de 2018

Inteligência Emocional: saiba o impacto dela no seu dia a dia

A sua capacidade técnica não é mais a única coisa que importa no mercado de trabalho. Pode parecer uma realidade dura de encarar, mas a verdade é que a Inteligência Emocional (IE) tem sido cada vez mais valorizada no meio empresarial. Isso porque a partir dela um colaborador consegue lidar bem com conflitos, administrar melhor as relações interpessoais, além de ter mais autocontrole.

Se você ainda não tinha parado para pensar na necessidade eminente de desenvolver e estimular a sua Inteligência Emocional, é importante que comece a perceber o seu impacto agora. Para isso, trouxemos algumas reflexões sobre o tema e te damos dicas sobre como estimulá-la em si e na sua equipe.

Inteligência Emocional na vida pessoal

Antes de ser um gestor, um diretor, um estagiário, um analista, somos pessoas. Ou seja, é preciso que o seu lado pessoal receba tanta atenção sua quanto o seu lado profissional. Além de definir momentos de dedicação específicos para cada uma dessas áreas. Assim, você passará por menos estresses e frustrações. E também evita levar “problemas” de um ambiente para o outro. Mas para que isso funcione é preciso ter Inteligência Emocional.

Cinco Pilares

Segundo o livro Inteligência Emocional de Daniel Goleman existem cinco pilares que caracterizam a IE em um indivíduo. E uma vez que você conseguir desenvolvê-los, na sua vida pessoal, terá muito mais facilidade para levar essas características para o ambiente corporativo. Por isso, considere avaliar as suas habilidades de Motivação, Autocontrole, Autoconhecimento, Empatia e Sociais.

A partir da conquista desses cinco pilares você conseguirá entender melhor os seus sentimentos, controlá-los com mais facilidade. Você também terá mais facilidade de compreender as emoções das pessoas, e também lidar com elas. Além disso, perceberá um aumento na sua autoconfiança e na sua vontade de fazer as coisas acontecerem.

Todas essas características provenientes do desenvolvimento da Inteligência Emocional estão muito relacionadas às características essenciais de um Líder de Sucesso.

inteligência emocional

Inteligência Emocional nas Lideranças

Para liderar uma equipe é preciso mais do que delegar tarefas, cobrar sobre prazos e metas. Isso porque o papel de um líder está muito relacionado a como a equipe se desempenha como um todo. Inclusive, como o seu desenvolvimento produtivo está sendo prejudicado por dificuldades emocionais no ambiente de trabalho. Para isso, é muito importante que os líderes estejam cientes sobre práticas e hábitos que possam impulsionar essas habilidades.

Abaixo citamos algumas dicas de atividades e costumes que podem ser implementados na sua empresa para desenvolver a Inteligência Emocional da sua equipe.

1. Incentive a atividade física

Parar algumas horas para se dedicar a própria saúde é uma ótima forma de fazer com que as pessoas se sintam bem com elas mesmas. Além disso, é um momento de relaxamento no qual um pensamento “ruim” dificilmente passará pela cabeça. Ou seja, evita que estejam sempre pilhados com a rotina de trabalho ou questões pessoais. Isso interfere muito no rendimento e no controle emocional da sua equipe no trabalho.

2. Atividade em grupo para resolver conflitos

Tire um tempo da sua semana cheia de compromissos e convoque toda a sua equipe para resolver um problema. Dê-lhes uma tarefa fictícia, mas que poderia acontecer dentro da sua realidade e sugira que todos – juntos – resolvam aquela questão.

Durante uma ou duas horas, trabalhem em coletivo atrás de uma solução plausível para aquela questão. Nesse momento tentem agir a partir dos cinco pilares da Inteligência Emocional: Motivação, Autocontrole, Autoconhecimento, Empatia e Sociais.

3. Incentive o diálogo

Todas as pessoas da sua equipe tem alguma coisa para falar sobre o trabalho. Talvez alguma insatisfação pontual, ou um desabafo sobre algum dia que ficou se sentiu muito pressionado. Ou mesmo um feedback positivo que não sente muito conforto em passar.

Por isso, enquanto líder ou colega de equipe, esteja sempre aberto a ouvir e a dialogar. Seja questões pessoais ou profissionais, praticando esse hábito você estará exercitando a empatia e suas habilidades sociais.

4. Estimule a reflexão pessoal

Emoções negativas são comuns – tanto no âmbito pessoal quanto no profissional. Grande parte das pessoas passam por problemas, mas não tem a capacidade de identificar o motivo daquilo estar acontecendo. Ou seja, não correm atrás de entender os próprios sentimentos.

Acontece que quanto mais você conseguir entender suas emoções e sentimentos, mais emocionalmente inteligente você será. Acontece que isso não acontece da noite pro dia, é preciso que seja estimulado. Por isso, comece praticando em si mesmo. Sempre que possível analise o porquê da sua reação específica em determinado momento. Perceba quais foram os estímulos que o levaram a agir daquela forma. Inclusive quando se tratarem de emoções positivas.

Sucesso e qualidade de vida

Como vimos, o controle das emoções é parte fundamental para obter sucesso na vida pessoal e profissional. Por isso, nunca deixe a Inteligência Emocional de lado. Exercite a sua capacidade de reconhecer os sentimentos, entender os sentimentos das outras pessoas e considerá-los na hora de agir.

Se você quer descobrir se tem Inteligência Emocional, clique aqui para fazer o teste.

Veja Mais Artigos
1
Oi, tudo bem? 😄
Aqui é o Bruno, do IEEP
Tem alguma dúvida? Ficarei feliz em te ajudar!
Powered by