Blog

Gostou dos nossos conteúdos? Cadastre-se abaixo e receba em seu e-mail

27 de abril de 2018

4 erros que não podem ser cometidos na gestão de equipes

Quando pensamos em gestão de equipes, entendemos que é preciso oferecer as melhores ferramentas e fontes de conhecimento para quem fará do nosso time.

 

Mas, muito além de conhecimento técnico e profissionais capacitados, é necessário pensar em como essas pessoas vão desenvolver um trabalho juntas.

 

Afinal, a atividade de um interfere na tarefa de outro e não pensar no todo faz com que muitos líderes cometam erros graves que podem afetar a qualidade de suas entregas.

 

Neste post, você entenderá quais são os principais erros cometidos na gestão de equipes e por que deve evitá-los para alcançar bons resultados dentro da empresa. Vamos lá?

1. A falta de alinhamento é o primeiro erro na gestão de equipes

É muito comum que, ao começar uma equipe nova, o foco fique presente na construção de planos de ação e na divisão de atividades entre os membros.

 

Mas os resultados não são alcançados apenas pelo planejamento e pela execução de tarefas.

 

Muitas equipes pecam por não definirem quais valores as guiarão, o que se espera em relação ao comprometimento de todos e o que entendem por excelência.

 

Sem esse alinhamento inicial, cada pessoa do grupo pode valorizar ideias diferentes, resultando em problemas que afetam o bom desempenho de todos.

 

Portanto, para que uma gestão de equipes seja eficaz, é preciso que o líder determine, divulgue e vivencie os valores a serem seguidos junto a seus liderados.

 

2. Deixar de compartilhar uma visão clara com a equipe

Outro ponto em que muitos falham na gestão de equipes é na falta de uma visão clara sobre onde o grupo deseja chegar.

 

Em muitas situações, somos pressionados a agir e alcançar resultados com rapidez sem saber exatamente qual é o nosso objetivo final.

 

Com isso, há um grande risco de que cada membro da equipe siga um caminho diferente, sem se preocupar muito com as consequências que suas escolhas podem gerar.

 

Além disso, muitas pesquisas apontam que as equipes que compartilham uma visão conseguem potencializar seus resultados.

 

Definir um propósito comum para todos é essencial para guiar e motivar as ações do grupo, idealizar onde todos devem chegar e aprimorar a atuação de cada membro.

 

3. Não desafiar o grupo a fazer e aprender mais

Uma equipe de alta performance, que bate suas metas consistentemente, é formada por pessoas que estão sempre se desenvolvendo, tanto individualmente quanto coletivamente.

 

Por isso, líderes que buscam o sucesso sempre se preocupam em questionar seus liderados sobre o que eles podem melhorar e o que têm aprendido com cada situação.

 

Quando um líder não desafia sua equipe a fazer mais, ele está abrindo brechas para que esse grupo pare de se desenvolver e entregar um trabalho de qualidade.

 

Isso é muito perigoso para o resultado final, porque uma gestão de equipes de sucesso depende do esforço de cada um para que o objetivo em comum seja alcançado.

 

Portanto, nunca deixe de desafiar as pessoas. Estimule-as, procure envolvê-las no propósito do trabalho que realizam e proporcione meios para que elas cresçam juntas.

 

Como diz Sommervile, CEO da Ollin College: “Desafie as pessoas e você será surpreendido”.

 

4. A falta de foco no relacionamento entre os membros do time

Durante as experiências do IEEP, percebemos que o relacionamento da equipe e como ela trabalha importa tanto quanto quem faz parte do grupo e seu conhecimento técnico.

 

As equipes que realmente são de alto desempenho começam focando no relacionamento entre as pessoas envolvidas.

 

Quando há problemas de convívio no grupo, os resultados são impactados de forma negativa, uma vez que os responsáveis pelas tarefas não conseguem se entender.  

 

Já em um relacionamento próximo e baseado na confiança, as pessoas se tornam mais vulneráveis e, consequentemente, se sentem mais confortáveis a testar ideias novas.

 

Conhecendo e se colocando no lugar do outro, você consegue se aproximar mais do grupo e abre portas para que todos os integrantes se relacionem da melhor forma possível.

 

Com isso, você também mantém a equipe alinhada ao longo dos processos, envolve a todos em um objetivo comum e torna o ambiente de trabalho muito mais produtivo.

Agora a pergunta que fica é, será que todos os líderes precisam das mesmas competências para terem sucesso com o time? Confira neste texto!

Veja Mais Artigos
1
Oi, tudo bem? 😄
Aqui é o Bruno, do IEEP
Tem alguma dúvida? Ficarei feliz em te ajudar!
Powered by