BLOG IEEP

Os melhores artigos em
Gestão Ágil e Liderança

26 de maio de 2020

O que Design Thinking tem a ver com inovação?

Toda empresa procura inovação. Afinal, esta é uma das “buzzwords” mais importantes do mercado atual. Mas, o que o design thinking tem a ver com inovar?

Muitas vezes, estes termos caminham em conjunto, como se fossem sinônimos, ou pelo menos tivessem uma relação muito próxima. O problema é que muitas empresas não entendem a diferença, ou mesmo as conhecem, o que explica porquê existe uma dificuldade em inovar.

Portanto, se você fica confuso no meio de todos estes termos, confira o que é design thinking e o que ele tem a ver com inovação.

O que é design thinking?

Antes de tudo, é preciso entender o que é design thinking. A ideia por trás deste termo é um conjunto de métodos aplicados para abordar e resolver problemas complexos. E o desenvolvimento de um novo produto/solução inovadora pode ser um “problema complexo” a ser abordado.

Normalmente, o conceito é aplicado através de um ciclo que é bem simples. Ele começa com a observação do problema, de modo a deixar bem claro qual o desafio a ser abordado. Além disso, é importante ter um processo de imersão, para estar bem próximo ao problema, de modo à realmente entendê-lo.

Este processo de imersão é essencial, pois ele coloca os participantes em contato com a visão do usuário e é só assim conseguimos encontrar uma solução mais real para o problema. Para isso, são realizadas entrevistas, levantamento de dados e até mesmo uma redefinição do problema. Afinal, fica mais fácil de encontrar uma solução simples e efetiva quando entendemos a relação do usuário com o problema.

Uma vez que você encontre uma solução, faz testes para experimentá-la e verificar se resolve o seu problema. Se sim, ótimo! Você escala a solução para que ela possa ser replicada várias vezes. Caso contrário, descobre o mais cedo possível que precisa encontrar outra.

Quer saber tudo sobre o design thinking? Fizemos um conteúdo super especial em nosso blog em que abordamos todas as suas etapas. Clique aqui e confira.

O que design thinking tem a ver com inovação?

Agora que ficou um pouco mais claro que é design thinking, fica mais fácil também entender sua relação com inovação.

A verdade é que inovar é muito difícil. Trazer uma solução criativa “do nada”, que seja eficiente e que ainda traga dinheiro, não é nada fácil. É preciso ser um verdadeiro gênio para conseguir inovar desta forma.

Mas é exatamente para isso que existe o design thinking. Ele é um “framework” de inovação. Ou seja, é uma forma de inovar, com alguma ordem, seguindo os passos do ciclo acima.

Esses passos garantem que a equipe envolvida no projeto consiga olhar para o problema sob os mais variados pontos de vista, focando sempre na visão do usuário. Além disso, as etapas requerem o desenvolvimento de outros aspectos que contribuem (e muito) para um ambiente de inovação e criatividade, como a segurança psicológica.

Aplicando o conceito, as equipes conseguem mudar a forma de abordar o problema e constroem todas as ferramentas e conhecimentos necessários para encontrar uma forma simples e eficiente de resolver o desafio que estão em mãos.

Quer um exemplo prático de como o Design Thinking funciona? Confira neste post um case bastante famoso sobre a aplicação da metodologia na GE.

Como inovar usando design thinking?

Existem diversos modelos de design thinking que você pode pesquisar. Você pode aprender mais sobre eles e escolher o que mais fez sentido para você. Existem algumas diferenças entre os diferentes frameworks, mas, no geral, todos seguem basicamente a mesma estrutura descrita acima.

Como falamos acima, o importante é que você tenha algumas atitudes que ajudem a inovar enquanto aplica o conceito. Outro exemplo de mentalidade que ajuda nesse processo de resolução é abraçar todas as ideias. Algumas parecem não fazer muito sentido a princípio, mas grande parte deste receio surge por conta de nossas crenças, que nem sempre refletem o mundo real.

Uma crença que temos no IEEP e que acreditamos ajudar quando procuramos levantar ideias inovadoras para algum problema específico é que “são necessárias muitas ideias ruins para que tenhamos uma ideia boa”. Ou seja, quando estamos em uma fase de ideação (levantamentos das mais variadas formas possíveis de resolver algo), temos a consciência da importância de todas as pessoas contribuírem com suas sugestões, seja para construirmos uma outra ideia com base numa sugestão levantada, ou mesmo para garantirmos que analisamos as mais diferentes faces do desafio.

Quer conhecer mais sobre o assunto? Então, baixe gratuitamente o nosso e-book completo sobre design thinking e inovação!

E-Book Design Thinking - Baixe Agora

Veja Mais Artigos
Open chat
1
Oi, tudo bem? 😄
Aqui é o Augusto, do IEEP
Tem alguma dúvida? Ficarei feliz em te ajudar!