Blog

Gostou dos nossos conteúdos? Cadastre-se abaixo e receba em seu e-mail

26 de março de 2018

Os 6 Estilos de Liderança: Identifique, entenda e adapte-se

O papel singular do líder é gerar resultados para a sua organização. Porém, isso não é uma tarefa fácil e ninguém atinge resultado sozinho: precisamos de pessoas qualificadas e motivadas para tal.  Para isso acontecer, o líder precisa influenciar pessoas para que elas deem o seu melhor de si em todas as situações do trabalho.

No entanto, influenciar pessoas é um grande desafio para qualquer líder. Em cada equipe e situação, as pessoas são diferentes, são motivadas por fatores diversos e que mudam constantemente por estímulos que às vezes nem conseguimos entender. Portanto, você como líder, terá que trabalhar diferentes atitudes e estilos de liderança em diferentes contextos e pessoas em prol de sempre buscar o melhor de cada um.

Diante disso, o especialista em inteligência emocional, Daniel Goleman, desenvolveu em seu livro: A Inteligência Emocional no Líder de sucesso, seis estilos de liderança que devem ser usados em situações diversas, de acordo com as pessoas que você trabalha, posição na empresa e onde você pretende chegar. Os seis estilos de liderança são: Visionário, Democrático, Coaching, Afiliativo, Marcador de ritmo e Coercivo. Entenda agora cada um deles e descubra qual deles tem mais compatibilidade com você e o cenário em que você trabalha:

O primeiro estilo de liderança é o autoritário, que trata do líder que tem uma visão clara de onde quer chegar no futuro e é entusiasmado com o futuro, mas não sabe muito bem como chegar lá. Com isso, este líder deixa claro para todos onde devem chegar com o seu trabalho para atingir ao maior e possui um sonho grande bem estabelecido. Ele possui um padrão de sucesso claro, ao mesmo tempo que flexibiliza o meio, isto é, o caminho que cada um fará para atingir o resultado esperado. O foco aqui é na meta!

O segundo estilo, segundo o autor, é o estilo democrático, que é aquele que dedica seu tempo para ouvir as pessoas e obter adesão e compreensão de todos em praticamente todas os assuntos, isto é, envolve os seus liderados nas decisões das metas e das atividades, pois acredita que deve forma ele terá maior engajamento de sua equipe (uma preocupação constante desse estilo de liderança). Dessa forma, o democrático procura sempre novas ideias de como atingir seus objetivos e todos os envolvidos sente-se importante por fazer parte da decisão.

O terceiro trata-se do líder coaching, que é a pessoa que está preocupado com o desenvolvimento máximo de cada um de seus liderados e os ajuda a enxergar fraquezas e forças e vincula isso aos sonhos de cada um. Esse jeito de lidar com pessoas está disposto a superar o fracasso e estimula o aprendizado a longo prazo de todos; para isso está tendenciado a fazer sempre mais perguntas do que fornecer respostas aos funcionários;

O quarto é o Afiliativo, aquele que valoriza mais o indivíduo e suas emoções, mais que processos e metas. Também é conhecido como paizão, pois está mais preocupado com o lado humano da equipe e em criar um forte relacionamento com todos de sua equipe. Este líder sempre compartilha ideias com todo mundo e tenta criar um sentimento de pertencimento e confiança entre o time e muita das vezes fornece poucos feedbacks com medo de magoar alguém.

 

O penúltimo estilo de liderança é o marcador de ritmo: aquele que fixa padrões altos de desempenho e foca totalmente na rotina de trabalho de cada pessoa. Geralmente ele exemplifica pessoalmente o que cada um deve fazer, objetivando a excelência na execução de cada tarefa. O foco é no microgerenciamento das atividades e consequentemente ele consegue garantir que tudo saia de acordo com o planejado, apesar das pessoas constantemente sentirem-se sem autonomia para o trabalho.

 

O útimo é a maneira coerciva de lidar com pessoas, isto é, a pessoa que toma decisões duras e provoca um reinado de “faça a atividade, pois estou o pagando para isso” com todos. Com isso, preza por exigir as atividades, sem perguntar a opinião do outro, utilizando-se sempre do seu poder hierárquico para mandar nos outros. Dessa forma, muita das vezes o líder consegue que as pessoas façam a atividade que ele deseja até porque ele utiliza de frases do tipo: Faz isso ou será mandado embora.

E você, qual estilo de liderança você mais pratica? Qual você tem menos afinidade? E qual o seu trabalho demanda que você tenha? Todos os estilos citados acima possuem pontos fortes e fracos e devem ser usados com cautela de acordo com o momento que você está vivendo. A habilidade de saber usar cada estilo em seu momento apropriado é uma das principais caraterísticas da inteligência emocional. Além disso, nesse momento é importante deixar claro que um líder de sucesso, portanto, deve apresentar características de mais de 1 estilo e deve saber alternar o estilo de acordo com a situação.

 

Nicolas Giffoni, co-fundador do IEEP

Veja Mais Artigos
1
Oi, tudo bem? 😄
Aqui é o Bruno, do IEEP
Tem alguma dúvida? Ficarei feliz em te ajudar!
Powered by